domingo, 7 de setembro de 2008

O DECÁLOGO lançado em dvd

Depois de Tarkovski nenhum outro diretor construiu uma obra tão sustentada pelo tema do sagrado quanto o polonês Krzystof Kieslowski (1941-96). Em 1988, o diretor realizou a minissérie de televisão “O Decálogo”, em dez episódios. Apesar de inspirados nos Dez Mandamentos, nenhum dos capítulos traz o preceito religioso indicado, tendo apenas o número como indicação no título original. O filme foi consagrado no 46° Festival de Veneza como uma obra prima. Nos Estados Unidos, foi apresentado no circuito de salas de arte com sucesso de crítica e público. Alguns capítulos transformados posteriormente em longa-metragem foram premiados nos festivais de Cannes, Berlim, San Sebastian, entre outros. Em toda a série foi utilizada a mesma equipe técnica, com apenas uma exceção marcante: o diretor de fotografia, diferente a cada episódio. O diretor polonês apresenta uma maneira particular de filmar, sempre atento a detalhes e com uma extraordinária sensibilidade que parece ser única entre seus contemporâneos. Para Kieslowski, quando a ciência falha, a fundamentação religiosa também se fragmenta e o sublime irá se encontrar não apenas nos grandes eventos e fatos históricos mas, principalmente, no banal e no cotidiano. Embora praticamente todas as histórias tenham um final surpreendente ou irônico, elas constituem antes de tudo um grande painel do comportamento humano. Kieslowski surpreende sempre – de forma tão extraordinária, tão pouco usual e infelizmente ainda quase desconhecida – que fica difícil escolher um preferido. Esta obra singela e delicada é das mais belas histórias do cinema.

8 comentários:

Paulie Castellano disse...

Nao assisti a todos os episódios ainda. Mas do que vi, achei bom demais da conta!!
abs

paulo cesar disse...

Sensacional! Uma obra prima! Além do decálogo estão lançando outros títulos que permaneciam inéditos no Brasil do Kieslowski.

Anônimo disse...

Não conheço ainda o diretor. A temática, no entanto, me abriu o apetite.. vamos ver? Valeu pelo toque, minha brava gente!

Margarida Santini disse...

É o mesmo diretor da "Trilogia das Cores: A Liberdade é Azul, A Freternidade é Vermelha, A Igualdade é Branca".

Ele escreveu também outros três roteiros baseados na Divina Comédia de Dante que estão sendo filmados após a sua morte sob a direção de jovens diretores. "Paraíso" foi filmado por Tom Tykwer e "Inferno" por Danis Tanovic. O Purgatório ainda não tem diretor definido. Sabe-se apenas que será rodado na Espanha, como queria Kieslowski.

advogados.associados disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
por uma sétima arte de qualidade disse...

Poxa vida, fui informado que se tratava de cinema dinamarquês e trata-se de polonês!!!

por uma sétima arte de qualidade disse...

Assisti a dois episódios neste sábado. Nâo sei se jogo os dvds pela janela ou se peço ao fabiano meu dinheiro de volta! Achei a série pobre e de um amadorismo excessivo! Parei por aqui, nem ousarei assistir os demais episódios! Confirmo a tese de que estas séries, notadamente as americanas, não fazem parte da sétima arte!

Vincent Vega disse...

Meu caro "por uma sétima arte".
De fato, a série não envolve uma grande produção. Mas o que está em jogo ali, são os roteiros que são excelentes; as questões sobre moral, vida e morte (só p/ citar algumas) levantadas pelo diretor. Tudo muito bem dirigido, com sensibilidade e bons atores. Alguns episódios remetem ao melhor do diretor Ingmar Bergman. E como se não bastasse escrever roteiros tão bons, o diretor nos presenteia com 10 ótimas histórias!! de uma só vez. Achei a série ótima; deveria ser recomendada a todos os estudantes de cinema, em particular os que pretendem ser roteiristas.
valeu galera da moviola.. obrigado por disponibilizar a série p/ nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Topo ▲